quinta-feira, 25 de junho de 2009

DE UM JEITO UE NINGUÉM PERCEBA

quinta-feira, 25 de junho de 2009
.
Hoje sou como um retrato
que o tempo dependura,
E que só foi dependurado,
Pra encobrir a rachadura.
.
E na parede onde se acha,
Já tornado parte dela,
Não percebe que se racha
De um jeito igual a ela.
.
Assim sinto que eu sou,
Como ele e estaria
Na parede que o rachou
E eu também não saberia.
.
O.T.Velho

2 comentários:

Paola Vannucci disse...

O T

seu blog é muito gostoso de vir e ler

boa noite

Paola

Olhar na Alma disse...

Adorei sua pagina

abraço

 
Conservatório Íntimo © 2008. Design by Pocket